23 de janeiro de 2016

Resenha #75 - Checho de Anita

Olá pessoal, como estão??? Espero que todos bem. Hoje vim compartilhar com vocês a resenha de mais um livro de parceria: Checho de Anita da autora Adriana Vargas e publicado pela Modo Editora. Sei que prometi essa resenha a alguns dias, mas aconteceram uma sucessão de coisas que me impediram de postá-la. Primeiro fiquei sem internet, depois adoeci e depois tive que fazer duas viagens e isso me tomou todo o tempo que tinha, mas o importante é que estou aqui de volta e agora vamos curtir!

Autora: Adriana Vargas
Páginas: 250
Editora: Modo Editora

Sinopse: Cartas trocadas. Roubo de identidade. Anita é bookaholics assumida, e essa paixão pelos livros a fez criar o projeto Literando, o qual realiza pedalando pela ruas da cidade, para transmitir a mensagem de um livro ao seu escolhido. Mas, de repente tudo muda em sua pacata vida ao se apaixonar por alguém que não conhece... Ela quis ser a “Anita de Checho”, e responde às cartas que chegam até ela por um simples erro do endereçador. Ani desafia a família que tenta impedi-la, e foge para São Sebastião a fim de se encontrar com seu futuro amor, vivendo 48 horas como se fossem as últimas. Após seu retorno para casa, algo perturbador a aflige - como fumaça, Checho aparece e desaparece de sua vida, e sua missão agora é descobrir o que de tão estranho acontece, que os impede de ficarem juntos. Neste romance sobrenatural, carregado de emoções delicadas e amor pelos livros, nascem os sonhos e o desejo de realizá-los.

Recebi esse livro através da parceria com a autora Adriana Vargas. Conheci a autora através de outro livro dela e quando a mesma lançou a seleção de parceria não duvidei em me inscrever. Então foi assim que acabei conhecendo o seu mais novo trabalho, o romance sobrenatural Checho de Anita.
Anita é uma menina/mulher que se considera sozinha e isolada do mundo. Sua mãe está depressiva desde quando consegue se lembrar e seu pai, militar, é sempre tão rígido que não demonstra nenhum afeto para com ela. Sua vida se resume as aulas de violino, que ela simplesmente ama, e ao projeto literando, que faz pelas ruas de sua cidade com sua bicicleta e um livro.
Logo no primeiro capítulo ocorre o "erro" de envio das cartas. Checho se correspondia com alguma outra Anita que morava na mesma rua, só que, por alguma coincidência do destino, as cartas vão parar na casa da Anita errada. Ela em vez de desfazer o erro acaba mandando uma carta para Checho dizendo que o endereço correta é o dela e assim as cartas começam a ir e vir entre os dois.
Poucas cartas nos são mostradas, então fiquei com a sensação de que o amor que tinha surgido entre os dois não passava de fogo de palha ou de coisa de adolescente. Pareceu-me tudo meio forçado e desmiolado da parte da Anita. Apesar de ela só conhecer Checho por carta, resolve fazer suas malas e fugir de casa para visitar o mesmo. Ainda por cima consegue fazer uma coisa pior ainda, nessa parte tive certeza que a personagem era totalmente irracional e imatura.
Checho, apesar de ser representado por um homem de 25 anos, também me pareceu inconsequente e submisso demais a sua família. O livro só melhorou mesmo com o surgimento de Andreas, um amigo de Anita que tocava violino com ela. Ele é o cara perfeito e torci por ele desde sua primeira aparição.
Andreas é um amigo incondicional! Está ali para o que der e vier e sempre cuidou de Anita. Ele é a razão que o cérebro dessa menina precisava e dei graças a deus por alguém salvar ela de seu próprio desastre.
A história em si é maravilhosa, claro que na metade do livro já tinha sacado o final, mas mesmo assim adorei comprovar minhas expectativas e desvendar alguns mistérios que se apresentaram durante a trama. Vocês sabem que tenho problemas com mocinhas frágeis e submissas, então não gostei nem um pouco da personagem principal da história. Mas como falei outros personagens como Andreas e Bento salvam a história juntamente com os mistérios sobre Inocence e os pais de Anita.
A capa está linda e super combina com a história, as folhas são amarelas com letras e espaçamentos ótimos. Quanto a revisão achei muitos erros de digitação e alguns de concordância, sendo que alguns até me fizeram ler duas vezes o mesmo parágrafo para poder entender. Então por isso dei quatro estrelinhas no site do Skoob, mesmo assim a história vale muito a pena ser lida!

E aí pessoal gostaram??? Ficaram curiosos quanto a leitura??? Não esqueçam de deixar seus comentários. Vou adorar responder a tod@s.

Bjoks da Gica.

2 comentários:

  1. Fiquei sim curiosa pela leitura, muito mais pelo amigo de Anita, o Andreas, do que por ela em si. Quem sabe qualquer dia desses eu não me aventuro.

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pandora.

      A história vale super a pena ser lida, não pela Anita e sim pelos outros personagens e pela lição que passa! :D Obrigada pela visita.

      Bjoks da Gica.

      Excluir